• Diamantino, 22/09/2018
  • Dólar: R$
  • Euro: R$
  • Fonte Yahoo Exchange
ORÇAMENTO SUPLEMENTAR

Governo garante R$ 1,257 milhão para Fundo de Erradicação do Trabalho Escravo 311

Esta é a segunda vez que a gestão da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos disponibiliza o recurso à Coetrae, com o intuito de atender as programações de erradicação do trabalho escravo


Fotografia: Reprodução

Conforme o secretário da pasta, Fausto Freitas, esta é a segunda vez que a secretaria disponibiliza o montante à Comissão que opera os recursos do Fete em atividades de combate ao trabalho escravo. “Não obtivemos nenhuma resposta ano passado, ficando o recurso disponível até o final do exercício orçamentário de 2017”.

Fausto explica que este valor se refere a recursos arrecadados para o Fundo que estavam sendo utilizados erroneamente pela instituição para cobrir despesas da administração no de 2014. No início da atual gestão, em 2015, a secretaria fez um levantamento completo das arrecadações e despesas do Fundo identificando ano a ano os valores e sua utilização.

“Inclusive o Ministério Público Estadual abriu recentemente um inquérito civil para investigar a irregularidade e estamos fornecendo todas as informações obtidas pela nossa equipe. É importante frisar que o problema não é recente e se refere a um desvio de finalidade na utilização dos valores na gestão passada, do governador Silval Barbosa”.

Tais valores se referem ao que foi arrecadado entre 2011 e 2014, período das maiores arrecadações destinadas ao Fundo de Erradicação do Trabalho Escravo – totalizando R$ 1,182 milhão. Nestes três anos da atual gestão, foram recolhidos ao Fete o valor total de R$ 31,560 mil apenas. Como é um fundo de natureza contábil e não possui CNPJ, qualquer valor arrecadado vai para a Conta Única do Estado.

O gestor acrescenta que no período de 2013 a 2014, a Coetrae ficou com as atividades paralisadas por problemas relativos à composição da mesma, não podendo desta forma operar os recursos do Fete. Mas em 2015 a Comissão foi reativada pela atual gestão. “Este ano, mesmo não estando previsto no PTA, a Sejudh remanejou recursos de outras ações para compor o valor e novamente deixar à disposição da Coetrae".

Veja também

RODOVIA DNIT libera mais 10 km de duplicação das rodovias 163 e 364 entre Posto Gil e Rosário Oeste
SUSTO Homem tem 70% do corpo queimado após quitinete pegar fogo
OPORTUNIDADE Prefeitura anuncia concurso com 2 mil vagas para a Educação
DIA DE SORTE Apostador de Nova Mutum acerta a quina da Mega-Sena e ganha R$ 36 mil
ACIDENTE Caminhoneiro provoca acidente com vítima na BR-163 e foge do local
RECURSO Dnit conclui processo para retomada da BR-174
Publicidade

Copyright © 2013 - 2018 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados