• Diamantino, 15/12/2018
  • Dólar: R$
  • Euro: R$
  • Fonte Yahoo Exchange
EM NOBRES

Moradores denunciam crime ambiental em obra do governo do estado 299


Fotografia: Reprodução

Além das erosões, buracos e rachaduras na MT 241, uma das principais rodovias turísticas do Estado, no trecho que liga Nobres ao distrito de Bom Jardim, os moradores denunciaram ao VGNews, a degradação da área com a mudança do leito de um córrego que está provocando assoreamento na Lagoa do Salobão, local onde será liberado o mergulho de cilindro no município.

Moradora da comunidade Sela Dourada, a produtora Margarete Fernandes fez questão de registrar os estragos que ocorreram após o desvio feito pela empresa contratada pela Secretaria de Infraestrutura do Estado (SINFRA), para realização da obra.

Margarete explicou que além de mudar o curso do córrego, ainda abriram buracos que não foram canalizados com manilhas e já estão todos entupidos.

“A lagoa vai acabar sendo aterrada por resíduos, toda vez que chove, a agua, leva areia, entulhos, lixo e tudo o que encontra pela frente, isto configura crime ambiental”, esclarece ela.

Um dos proprietários da área, o vereador Gidalti Ferreira, popular Gida (PP), lembra que durante a realização dos serviços fez questão de alertar os engenheiros e funcionários que executavam os trabalhos de aterramento, dos problemas que a mudança provocaria, porém não foi ouvido.

Segundo o parlamentar os danos observados caracterizam crime ambiental, que já foi denunciado ao ex-secretário de Estado de Meio Ambiente, o vice-governador Carlos Fávaro (PSD), que visitou o local no ano passado, acompanhado de técnicos, que se comprometeram em resolver a situação

Gida frisa que o local foi bastante degradado e que o crime  fere todas as normas da legislação ambiental.

“Por falta de cuidados, os vizinhos estão sendo prejudicados, a nascente corre o risco de desaparecer e isto traz erros irreparáveis ao meio ambiente, ao ponto de interferir na vazão natural da lagoa”, argumenta.

O pedido de correção, também foi protocolado pela comunidade na Secretaria de Infraestrutura, porém até hoje, nada foi feito.

Outro lado

Nossa reportagem entrou em contato com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA), que não soube informar se existe algum projeto para recuperação da área. Segundo a assessoria de imprensa, o órgão não tem conhecimento dos problemas enfrentados pelos moradores da Sela Dourada.

Fonte: VG News

whatsapp_image_2018_03_05_at_16.10.47whatsapp_image_2018_03_05_at_16.10.45whatsapp_image_2018_03_05_at_16.10.43whatsapp_image_2018_03_05_at_16.10.41whatsapp_image_2018_03_05_at_16.12.02whatsapp_image_2018_03_05_at_16.10.50whatsapp_image_2018_03_05_at_16.10.49

Veja também

ACIDENTE Casal pega carona e morre em acidente com caminhão em Deciolândia, distrito de Diamantino
Obra do Levi Sozinhos prefeito e vice inauguram calçada construída na gestão Levi Pedrini
FAEPEN Faepen abre processo seletivo para contratação de secretário (a) para Lucas do Rio Verde
ACIDENTE Um jovem morre e outro fica gravemente ferido após acidente entre carro e moto na BR-163 em Nova Mutum MT
Veja rotas alternativas Trânsito na saída para Chapada e MT 010 fica interditado até o fim da semana
OPORTUNIDADE Prefeitura de Juara abre processo seletivo com 41 vagas
Publicidade

Copyright © 2013 - 2018 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados