• Diamantino, 22/01/2018
  • Dólar: R$
  • Euro: R$
  • Fonte Yahoo Exchange
ELA É UMA CRIMINOSA

Socialite que atacou filha de Bruno Gagliasso responderá por crime de injúria racial 142


Fotografia: Antonio Scorza / Agência O Globo

A delegada Daniela Terra, que investiga o ataque racista a Titi, filha dos atores Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, disse nesta segunda-feira que o inquérito já está aberto para apurar o caso. Segundo a delegada, a blogueira e socialite Day McCarthy, que ofendeu a criança em um vídeo nas redes sociais, será intimada a depor.

De acordo com as investigações preliminares, “Day McCarthy” é um pseudônimo utilizado pela socialite que atualmente está morando no Canadá. O nome verdadeiro ainda não foi identificado.

Como a DRCI apurou que a acusada encontra-se fora do país, será expedida uma carta rogatória, instrumento jurídico de cooperação entre dois países, para intimar "Day". Com apoio do Ministério da Justiça a intimação será enviada ao Canadá.


Como a vítima do crime é a Titi, além do Bruno Gagliasso e a Giovanna, que são brasileiros e moram aqui, a lei aplicada será a brasileira - afimou a delegada - Nestes casos, não importa onde esteja a pessoa que cometeu o crime, terá que responder à justiça do Brasil.

Não há outros registro de injúria racial contra a blogueira. No entanto a delegacia ainda apura se ela já cometeu outros crimes de difamação e injúria na internet.

Segundo os advogados de Bruno Gagliasso, Alexandre Celano e Isabela Celano, todas medidas cabíveis serão tomadas tanto na justiça brasileira quanto no Canadá.

Nós vamos provocar o judiciário o judiciário não só afim de acionar as mídias sociais, Facebook, Instagram, como também vamos buscar medidas liminares pra que essas publicações extremamente ofensivas sejam retiradas do ar - disse Alexandre Celano

Na manhã desta segunda-feira, Bruno Gagliasso prestou queixa sobre o caso na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), na Cidade da Polícia, no Jacaré, na Zona Norte do Rio.

Eu espero que aconteça Justiça. É por isso que eu estou aqui, como pai, cidadão. É um crime, ela precisa pagar pelo que fez, ela é uma criminosa — disse ator, que completou:

Quem se sentiu ofendido por vir até a delegacia e prestar queixa também.

A delegada informou que mesmo estando fora do país terá que responder à justiça brasileira.

É crime em qualquer lugar do mundo, e ela vai responder por isso — disse o ator.

Gagliasso classificou as ofensas como uma “covardia”, por, além de serem de cunho racista terem sido dirigidas a uma criança. O crime de injúria racial prevê penas de um a três anos de prisão, além de multa.

Veja também

PROGRAMAÇÃO CULTURAL Fim de semana tem show de rock, baladas e folias do pré-carnaval
NOVELA 'O Outro Lado do Paraíso': denunciado por abuso, Vinícius ataca Clara. 'Te mato'
NOVELA 'O Outro Lado do Paraíso': Aura diz ser irmã de Clara e herdeira das esmeraldas
NOVELA 'O Outro Lado do Paraíso': Lorena apoia marido em denúncia de pedofilia de Laura
NOVELA "O Outro Lado do Paraíso": Raquel receberá cuidados de sua maior inimiga após acidente
NOVELA "O Outro Lado": Renato aconselha Samuel a se assumir
Publicidade

Copyright © 2013 - 2018 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados