• Diamantino, 10/12/2018
  • Dólar: R$
  • Euro: R$
  • Fonte Yahoo Exchange
INCÊNDIO

Tangará da Serra está entre os 30 municípios com mais queimadas em MT 212


Fotografia: Reprodução

Tangará da Serra está entre as 30 cidade com maior foco de calor registrado nesse ano, conforme dados apresentados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Diferentemente das estatísticas dos anos anteriores, o Município é o 27º no ranking de Mato Grosso. De acordo com o diretor local da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), Jeferson Zucchi, apesar do número de foco ser baixo em Tangará da Serra, o período proibitivo de queimadas foi prorrogado pelo Governo do Estado tendo com base nas estatísticas preocupantes apresentadas em todo o Mato Grosso.


“Nosso município consta uma diminuição de foco de calor em relação ao ano passado, porém para determinação do período proibitivo é considerado o nível estadual. Considerando que ainda temos muitos focos no Estado, que lidera o ranking em todo o país, o período proibitivo foi prorrogado”, afirmou o diretor, ao explicar que os focos são detectados via satélites. “Podem ocorrer vários pontos de calor no mesmo foco pela questão do deslocamento do fogo, de acordo com sua proliferação”, disse  Zucchi, ao destacar que foco de calor se refere a pontos onde a temperatura passa dos 47º C.


EM MATO GROSSO- No Estado, foram registrados 6902 focos de calor nesse ano, índice menos que o acumulado em 2017, quando 7763 foram identificados.
Apesar da queda, Mato Grosso continua em primeiro lugar no ranking de registros de queimadas, entre os estados que fazem parte da Amazônia Legal.


Os números incluem os focos registrados no perímetro urbano, propriedades rurais e áreas de conservação. Porém, segundo os bombeiros, 75,96% dos focos de calor registrados no primeiro semestre 2018, ocorreram em propriedades privadas ou similares.


Queimadas em Tangará já são 22% maiores do que as registradas no ano passado

Apesar da queda acentuada de focos de calor em Tangará da Serra, o número de ocorrências de queimadas é preocupante na cidade. Somente nesse ano, o Corpo de Bombeiros já atendeu 188 chamados, o que equivale a 22% a mais dos registrados no mesmo período do ano passado, quando 153 atendimentos de emergência foram realizados.


De acordo com o Tenente BM Campos Filho, nos primeiros 19 dias desse mês Tangará da Serra já registrou 25 ocorrências, ou seja, mais de uma por dia. “É um número considerado alto”, avaliou o Tenente, alertando que é importante a conscientização da população para diminuir essa estatística.


O mês mais crítico em Tangará da Serra foi o de agosto, quando 75 atendimentos foram realizados pelos bombeiros, número três vezes maior do que o acumulado no mesmo período de 2017, quando 25 chamados foram efetivados, representando um aumento de 200%.


“Estamos em um período muito quente e abafado. A população mesmo piora a situação ateando fogo em terreno urbano e em área florestal, causando transtornos para fauna e flora”, enfatizou o tenente.

Veja também

EM NOVA MUTUM Motorista perde o controle da direção e capota veículo na BR-163
DIAMANTINO Procon de Diamantino notifica postos de combustíveis
NESSE DOMINGO Médicos do Hospital de Câncer atenderão em Tangará da Serra
SINE Confira as vagas de emprego para Lucas do Rio Verde nesta quarta-feira
Alto Paraguai MP quer que ex-secretária e ex-prefeito devolvam dinheiro recebido em 2009 e 2010
EM LUCAS DO RIO VERDE Prefeitura divulga locais de prova do processo seletivo da Educação
Publicidade

Copyright © 2013 - 2018 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados