• Diamantino, 21/05/2018
  • Dólar: R$
  • Euro: R$
  • Fonte Yahoo Exchange
POLÍCIA CIVIL

Wancley comemora aprovação de reconhecimento de nível superior para Polícia Civil 789


Fotografia: Reprodução

Após intensa articulação do deputado Wancley Carvalho (PV) foi aprovada em segunda votação, na sessão ordinária da Assembleia Legislativa, desta quarta-feira (04), a Mensagem 65/2017, de autoria do executivo que trata do reconhecimento de nível superior para as carreiras de escrivão e investigador da Polícia Civil.

De acordo com o parlamentar, desde 2004, foi instituída a obrigatoriedade do nível superior para ingresso na Polícia Civil. Em 2010, com a definição do novo estatuto da categoria, o equívoco, conforme classificou o deputado, não foi corrigido.

A mensagem chegou ao parlamento em 23 de agosto, e foi aprovada em primeira votação pelos deputados em 25 de setembro. O parlamentar solicitou dispensa de pauta para dar celeridade na aprovação. Ainda em 2016, Wancley chegou apresentar projeto de Lei Complementar sugerindo a alteração.

“Essa é uma reivindicação antiga da categoria. Construímos a minuta do projeto e foi a mesma que o Governo do Estado encaminhou para que pudéssemos aprovar. Acredito que é a correção de um erro histórico na categoria, já que existe a obrigatoriedade de nível superior para ingresso, porém não havia seu devido reconhecimento, na carreira”, enfatizou Wancley.

Ainda segundo Wancley, essa mudança organizacional é necessária para valorização dos policiais civis. A alteração, sobretudo, não gera despesa para o executivo. “O reconhecimento dos profissionais garantirá progresso na qualidade dos inquéritos e melhor serviço prestado à população. A Polícia Civil passa por um processo de evolução contínua. E com uma instituição mais forte e valorizada, quem ganha é a sociedade”, finalizou o parlamentar.

Agora, depois de aprovada, o texto retorna ao governo, para sanção do governador.

Veja também

RISCO TCE vê risco de colapso financeiro em MT e veta pagamento de RGA para servidores
SINTO DECEPÇÃO Fávaro diz que evitou romper com Taques antes para não desestabilizar MT
POLÍTICA “DEM marchará com Pedro Taques”, crava Wilson, apesar de críticas de Mendes e Júlio
SAIBA QUEM 31 ex-aliados decidem assinar manifesto contra reeleição de Taques
DELAÇÃO NA CARAMURU Empresário deverá devolver R$ 1 milhão para se livrar de ação
APÓS DECISÃO DO STF Juiz Sérgio Moro determina a prisão do ex-presidente Lula
Publicidade

Copyright © 2013 - 2018 Jornal O Divisor - Todos os direitos reservados