Quinta-feira, 23 de maio de 2024
informe o texto

Notícias Geral

Estados Unidos negam pedido da Justiça de Sinop para extraditar pilotos condenados por acidente aéreo no Nortão

O governo dos Estados Unidos da América (EUA) negou o pedido de extradição dos pilotos norte-americanos Joseph Lepore e Jan Paul Paladino. A solicitação partiu da Justiça Federal de Sinop, que condenou os pilotos, em 2011, a cumprirem pena de três anos, um mês e dez dias em regime aberto. Os dois conduziam o jato Legacy que, em setembro de 2006, colidiu com o Boeing da Gol, que fazia o voo 1907, causando a morte de 154 pessoas, na região de Peixoto de Azevedo (197 quilômetros de Sinop).

Em 2016, o Supremo Tribunal Federal (STF) manteve acórdão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) negando aos pilotos o direito de converter pena privativa de liberdade em pena restritiva de direitos. Com o processo transitado em julgado e sem possibilidade de recursos, o juiz André Perico Ramires dos Santos, da 1ª Vara Federal de Sinop, decretou a prisão preventiva dos pilotos. Dois anos depois, o Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional entrou com pedido de extradição da dupla.

No entanto, segundo o Ministério da Justiça, o governo dos Estados Unidos decidiu não dar seguimento ao pedido, por entender que os crimes cometidos não encontram amparo no tratado bilateral de extradição, assinado pelos dois países. Em nota divulgada pelo portal G1, o Ministério comunicou ainda que o juiz responsável pelo caso já foi informado sobre a decisão.

Conforme Só Notícias já informou, o avião da Gol partiu do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus, com destino ao Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro, fazendo uma escala no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília. Em 29 de setembro de 2006, a aeronave colidiu no ar com o Legacy enquanto sobrevoava Mato Grosso.

Todos os 154 passageiros e tripulantes a bordo do Boeing 737 morreram após a aeronave se despedaçar no ar e cair em uma área de árvores densas, enquanto o Legacy, apesar de ter sofrido danos graves na sua asa e estabilizador horizontal esquerdo, pousou em segurança com seus sete ocupantes, na base Aérea do Cachimbo, em Guarantã do Norte (252 quilômetros de Sinop).

 
Sitevip Internet