Sexta-feira, 24 de maio de 2024
informe o texto

Notícias Geral

Menor diz que atacou escola porque sofria homofobia; vídeo mostra agressão meses antes

O adolescente de 16 anos apreendido por atirar contra alunos na Escola Estadual Sapopemba, na zona leste de São Paulo, diz que tomou a atitude para se vingar do bullying e homofobia que sofria, segundo o advogado Antonio Edio, que representa o jovem.
Uma aluna de 17 anos morreu e outras duas foram baleadas. O atirador, de 16 anos, é aluno do 1º ano do ensino médio do colégio. Ele foi detido pela PM e levado para o 70º DP (Sapopemba).
“Ele me narrou que, já não aguentando mais essa situação de homofobia que ele sofria na escola, resolveu pegar uma arma de fogo que estava na casa do pai dele, arma que pegou escondido, sem a ciência do pai, e veio para a casa da mãe, sem que a mãe tivesse conhecimento. Cedo foi para a escola e resolveu fazer isso”, disse o advogado.

Segundo Edio, o adolescente sofria bullying por ser homossexual, e as agressões teriam aumentado a partir do momento em que o adolescente começou a usar roupas femininas.

Veja vídeo em que o acusado é agredido por outros alunos, em abril deste ano.

Vídeo Relacionado

 
Sitevip Internet