Quinta-feira, 23 de maio de 2024
informe o texto

Notícias Política

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Projeto que autoriza porte de arma para mulheres que têm medida protetiva avança na ALMT

Deputado Gilberto Cattani propõe oportunizar defesa pessoal de mulheres

A Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) aprovou parecer favorável, nesta terça-feira (31), ao projeto de lei de autoria do deputado estadual Gilberto Cattani (PL), que opotuniza a mulheres sob medida protetiva o porte de arma de fogo, como mais uma defesa contra os agressores.

O projeto relatado pelo deputado Elizeu Nascimento (PL) na Comissão foi aprovado por unanimidade.

 

A proposta, segundo Cattani, reconhece o risco de ameaça e à integridade física de mulheres sob medida protetiva, decretada por ordem judicial.

 

 

“O objetivo é dar condições da mulher defender a própria vida do risco oferecido por um parente, um cônjuge, conforme decretado em ordem judicial”, diz o projeto.

 

 

A mensagem também esclarece que a mulher sob medida protetiva, caso tenha interesse, precisará passar por todos rigorosos processos psicológicos, treinamentos e não possuir antecedentes criminais, para conseguir o porte de arma.

 

 

Com o parecer aprovado na comissão, o texto está apto para ser votado em primeiro turno no plenário da ALMT.

Porte para advogados

A Comissão de Segurança Pública também aprovou parecer favorável, nesta terça, o projeto, também de autoria do deputado Gilberto Cattani que classifica a advocacia como uma atividade risco, para efeitos de posse e porte de arma de fogo.

 
Sitevip Internet