Quinta-feira, 23 de maio de 2024
informe o texto

Notícias Geral

TEMPO INDETERMINADO

Sinfra proíbe tráfego de caminhões e ônibus após deslizamentos de terra no Portão do Inferno

A portaria permite a circulação apenas dos ônibus convencionais que executam o transporte municipal de passageiros das linhas integrantes do Sistema de Transporte Coletivo Rodoviário Intermunicipal de Passageiros de MT.

Sinfra proíbe tráfego de caminhões e ônibus após deslizamentos de terra no Portão do Inferno

Foto: Oliveira Junior

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) baixou uma portaria proibindo o tráfego de todos os veículos de cargas, ônibus rodoviário convencional e com reboque. A medida veio após o registro de dois deslizamentos de terras em menos de 24 horas, no Portão do Inferno, na MT-251, em Chapada dos Guimarães (65 de Cuiabá).
 

A portaria, que vale por tempo indeterminado, é desta terça-feira (12).

Conforme a Sinfra, no trecho da rodovia onde está localizado o Portão do Inferno, o trânsito de veículos de cargas e consequente trepidação do pavimento e da Obra de Arte Especial (estrutura ancorada) vêm afetando a elevação existente no local, gerando constantes deslizamentos de rochas no leito da MT-251, colocando em risco os usuários da via.

Fica então proibido o trânsito de veículos de carga, combinações de veículos de carga- CVC, combinações de transportes de veículos e cargas indivisíveis, ônibus rodoviário convencional e com reboque, com quaisquer dimensões.

A portaria permite o tráfego apenas dos ônibus convencionais que executam o transporte municipal de passageiros das linhas integrantes do Sistema de Transporte Coletivo Rodoviário Intermunicipal de Passageiros de Mato Grosso (STCRIP-MT).

A proibição de trânsito abrange finais de semana, feriados, em qualquer horário.

Os motoristas que precisarem transportar cargas até o Chapada dos Guimarães deverão utilizar o segmento da MT-251, em direção ao entroncamento com a MT-140 (rotatória do Posto Gardés), tanto para sair do munícipio, como para chegar.

A medida também cancela todas as Autorizações Especiais de Trânsito (AET) concedidas para trânsito na MT-251.

A não observância de preceitos desta portaria sujeita o infrator à autuação por infração de trânsito prevista no artigo 187, bem como as medidas administrativas previstas”, diz trecho da publicação.

Deslizamentos

Na segunda-feira (11), dois deslizamentos de terra assustaram motoristas que passavam pela MT-251, na região do Portão do Inferno. O primeiro aconteceu no período da tarde. Já o segundo foi à noite.

Em novembro, o trecho também registrou um deslizamento.

A menos de um mês, um relatório da Companhia Mato-grossense de Mineração (Metamat) apontou a existência de rachaduras e quedas de rochas recentes na região do Portão do Inferno, além de risco de tombamento e rolamento de blocos. Foram identificados dez pontos de risco entre os km 42 e 48 da rodovia.

O Governo do Estado, através da Sinfra, informou que realiza tratativas com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), responsável pela parte geológica do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães, onde acontecem os deslizamentos, para resolver o problema.

 
Sitevip Internet