Terça-feira, 16 de abril de 2024
informe o texto

Notícias Política

"ME ESQUEÇAM!"

‘Perseguição implacável’, diz Bolsonaro após ser alvo de operação da PF

Ex-presidente tem 24h para entregar passaporte; ele é investigado por propagação de fake news para invalidar resultado das eleições.

‘Perseguição implacável’, diz Bolsonaro após ser alvo de operação da PF

Foto: Wilton Junior/Estadão / Estadão

 

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) foi alvo da Operação Tempus Veritatis, que investiga organização criminosa que atuou na tentativa de golpe de Estado e abolição do Estado Democrático de Direito, para obter vantagem de natureza política com a manutenção do então presidente da República no poder, nesta quinta-feira, 8. Agendas da Polícia Federal foram até a casa dele em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.

Em contato com a colunista Monica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, o ex-presidente reclamou da operação. "Saí do governo há mais de um ano e sigo sofrendo uma perseguição implacável”, afirmou. "Me esqueçam, já tem outro governando o País", completou.

 

Bolsonaro ainda disse à colunista que estava se inteirando das acusações e que não tinha mais detalhes da operação.

 

 

A PF deu 24h para o ex-presidente entregar o passaporte. O objetivo era recolher hoje, mas o documento não estava na casa de Angra. 

 

 

Foram presos na operação, conforme apuração do Terra, Filipe Martins, ex-assessor especial de Bolsonaro; Marcelo Câmara, coronel do Exército citado em investigações como a dos presentes oficiais vendidos pela gestão Bolsonaro e a das supostas fraudes nos cartões de vacina da família Bolsonaro; Rafael Martins, major das Forças Especiais do Exército; e Bernardo Romão Corrêa Netto, coronel do Exército. Leia mais em TERRA

 
Sitevip Internet