Sábado, 13 de julho de 2024
informe o texto

Notícias Política

REVIRAVOLTA

Vereador Adriano Carvalho recupera mandato após decisão judicial e lança pré-candidatura à prefeitura de Primavera do Leste

A cassação ocorreu em setembro de 2023 por quebra de decoro, após deboches direcionados a colegas vereadores.

O desembargador Márcio Vidal, da Primeira Câmara de Direito Público e Coletivo, atendeu ao recurso do inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Adriano Carvalho (Podemos), de Primavera do Leste, revogando a cassação de seu mandato de vereador. A decisão, assinada nesta quarta-feira (14), revelou irregularidades no procedimento que resultou na cassação de Carvalho em setembro de 2023 por quebra de decoro, após deboches direcionados a colegas vereadores.

Em entrevista exclusiva, Carvalho detalhou o processo, destacando as falhas identificadas pelo desembargador: “Correto, tivemos um processo político administrativo repleto de irregularidades, conforme apontou a decisão do desembargador do Tribunal de Justiça de Cuiabá. Com a mudança dos efeitos, retomamos agora nosso papel de fiscalizador como oposição em Primavera do Leste, sendo o único opositor na Câmara Municipal.”

O vereador, pré-candidato à prefeitura da cidade, enfatizou a perseguição política que, segundo ele, motivou a cassação: “Sofremos três processos de cassação de mandato por quebra de decoro, todos iniciados após as eleições de 2022, quando me tornei um potencial pré-candidato a prefeito.”

Ao abordar a relação com outros vereadores, Carvalho explicou: “A base aliada, composta pelos 14 vereadores alinhados ao prefeito executivo, atuou para cassar o candidato fortíssimo das eleições deste ano. O único objetivo nunca foi a questão da quebra de decoro, mas sim a supressão da oposição.”

O período em que ficou afastado da Câmara, entre 5 e 6 meses, não desanimou o vereador, que destacou o crescimento durante a injustiça: “Faço uma leitura muito positiva, cresci muito com a injustiça que foi feita. Agora, retornando por meio do judiciário de Mato Grosso, continuaremos trabalhando e fiscalizando.”

 

Carvalho, ao abordar seus projetos para Primavera do Leste, revelou aspirações para a área de segurança pública, saúde e educação: “Tenho projetos de criar a Secretaria de Segurança Pública, melhorias na UPA, talvez um hospital regional, além de investir na educação.”

Questionado sobre sua permanência no partido, Carvalho confirmou que permanecerá no Podemos e mencionou a possibilidade de concorrer a deputado estadual nas eleições seguintes.

Durante a entrevista, Carvalho enfatizou a falta de apoio como o único opositor na Câmara Municipal: “Nós somos oposição em Primavera do Leste, o único opositor na Câmara Municipal que só por essa razão, embora eles tenham feito uma série de narrativas, né? De conversas e de alegações. A verdade é que fui cassado por ser o único opositor na Câmara municipal de Primavera do Leste.”

A questão da perseguição política ganhou destaque quando Carvalho relatou os três processos de cassação que enfrentou: “Foram meus votos que fizeram a oposição criar um processo de cassação de mandato, essa é a realidade.”

O período em que ficou afastado da Câmara não desanimou o vereador, que destacou o crescimento durante a injustiça: “Faço uma leitura muito positiva, embora tenhamos esse revés, esse acontecimento, porque cresci muito com a injustiça que foi feita, e agora retornando por meio do judiciário do estado de Mato Grosso.”

 

Carvalho também abordou as ofensas e xingamentos que, segundo ele, foram dirigidos a ele por outros vereadores, publicadas em suas redes sociais: “os xingamentos que os parlamentares dirigiram a mim, muito mais pesados, muito mais efetivos do que os termos ou as palavras que eu teria usado.”

O vereador expressou preocupação com a parcialidade nos processos político-administrativos: “Os processos político-administrativos são regidos, em regra, pelo decreto de 67, um decreto antigo. Então, é tudo que é adotado. É muito subjetivo, é muito parcial, existe. No meio político, há uma certa parcialidade, justamente em razão da posição partidária de cada parlamentar.”

Ao abordar o futuro político, Carvalho confirmou sua continuidade no partido Podemos e mencionou a possibilidade de concorrer a deputado estadual nas eleições seguintes. Os aliados para a eleição de 2024 incluem figuras como o deputado federal José Medeiros, Abílio, deputado estadual Faisal e o ex-deputado Moraes, presidente do Podemos.

O retorno ao cargo e a pré-candidatura à prefeitura prometem agitar o panorama político da cidade nos próximos meses. Com a volta do vereador ao cenário político, a cidade pode se preparar para uma acirrada disputa eleitoral em 2024.

 
Sitevip Internet