Domingo, 23 de junho de 2024
informe o texto

Notícias Cidades

ATO DE AMOR

Campanha de Doação de Sangue em Diamantino arrecada 165 bolsas

Além da doação de sangue, pela primeira vez em Diamantino um candidato é compatível para doação de medula óssea

Campanha de Doação de Sangue em Diamantino arrecada 165 bolsas

Foto: Luana Rodrigues

A Prefeitura de Diamantino, por meio da Secretaria de Saúde e em parceria com o Hemocentro-MT, promoveu nos dias 14,15 e 16 de maio a Campanha de Doação de Sangue. A unidade móvel deslocada da capital de Mato Grosso para o município, recebeu os candidatos no pátio do Laboratório Municipal.

Participando da campanha, o secretário da pasta, Itamar Bonfim, falou sobre o objetivo da campanha que além de promover o ato solidário como a doação de sangue também contribui para o restabelecimento do estoque de Diamantino na central de hemoterapia.

“A campanha além de promover o ato de doar também realiza o reabastecimento do nosso estoque na central do Hemocentro e conforme a necessidade fazemos a retirada das unidades disponíveis, para uso em cirurgias e transfusão sanguínea realizadas aqui em nossa agência.”

Segundo a Secretaria de Saúde, um total de 165 unidades de sangue foram coletadas durante a realização da campanha. Este ano, um fato inédito ocorreu em Diamantino: pela primeira vez, um candidato do município foi compatível para doação de medula óssea em âmbito internacional, e a segunda etapa do processo foi realizada durante a campanha.

A coordenadora administrativa do Hemocentro-MT, Gessica Burgo, explicou como funciona o processo para doação de medula óssea e o cadastro no Registro Brasileiro de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome).

“A pessoa que se candidata para doação de medula óssea fica cadastrada no “Redome” e quando há um paciente possivelmente compatível entra a segunda fase onde realizamos novamente a coleta de amostras de sangue para confirmar a total compatibilidade entre o doador e o receptor e na última é verificado o tipo de coleta se por coleta de sangue ou pulsão lombar.”

Ela ainda completou: “Estamos muito felizes que em Diamantino tivemos um candidato compatível com um paciente internacional e no primeiro dia de campanha fizemos a coleta de amostras para análise novamente.”

Doando pela primeira vez, Ivone Conceição, compartilhou como soube da campanha e sua expectativa ao ser doadora pela primeira vez.

“Estive um dia antes de iniciar a campanha no Laboratório Municipal e vi o cartaz. Faz um tempo que vejo as pessoas falando sobre doação de sangue, pedindo e quando vi o cartaz senti no meu coração de vir. É muito gratificante participar de algo tão bonito, é um gesto de amor, você doar seu sangue para alguém que possivelmente você nunca saberá quem é.”
 
Sitevip Internet