Sábado, 13 de julho de 2024
informe o texto

Notícias Cidades

AMIGAS

Enfermeira da UPA Ipase é demitida após ser desacatada por amiga da secretaria; servidores fazem abaixo-assinado

Servidores da Unidade de Pronto Atendimento do bairro Ipase, em Várzea Grande, assinaram um abaixo-assinado protestando contra a demissão injusta de uma enfermeira, que preferiu não se identificar. Conforme relatos dos servidores, a profissional de saúde foi demitida injustamente por conta de um “jogo político” da secretária de saúde do município, Maria Das Graças Metelo, conhecida como ‘Gracinha da Saúde’, que é apadrinhada pela família Campos. 

Segundo os servidores, no dia 18 de junho a enfermeira da UPA foi desacatada pela assistente social Claudiane Santos, que atua no Cras do bairro Santa Maria, em Várzea Grande. Claudiane desferiu palavras de baixo calão contra a profissional por conta da alta de um paciente, cujo, é seu vizinho.

Conforme relatos dos servidores, o paciente estava internado há nove dias, e recebeu alta assinada pelo médico de plantão. O paciente disse que não tinha nenhum familiar na cidade, e passou o contato de uma vizinha, sujo seria Claudiane.
 

A equipe de assistente social da UPA tentou por diversas vezes contato com ela, porém não atendeu nem retornou as ligações. 

O paciente foi então encaminhado até sua residência por meio da ambulância da unidade. Horas depois Claudiane foi até a unidade questionar o procedimento exigindo da enfermeira que internasse novamente o paciente, alegando que ele estava com febre e dor e ela não poderia ter dado alta. 

A enfermeira explicou que a alta é o médico que decide e assina. Mesmo assim, Claudiane continuou a tumultuar o local, exigindo uma nova internação. Diante dos fatos, a vítima (enfermeira) ligou para o médico e relatou o problema.

Claudiane foi orientanda a ir até recepção da UPA e abrir uma nova ficha para paciente para ele passasse novamente pelo médico plantonista do dia, no entanto, ela se alterou, momento começou a xingar a equipe da unidade, ao gritos chamou a profissional de saúde de “incompetente”, “mal educada” e dizendo que ela estava com “preguiça de trabalhar”.

Os fatos ocorreram diante da presença de todos os servidores, pacientes e acompanhantes que estavam na UPA. Foi necessário pedir ao segurança da unidade para intervir e acompanhar Claudiane até a porta de saída, pois ela causou tumulto e desconforto aos outros pacientes internados. 

Após o ocorrido a enfermeira foi exonerada da Secretaria de Saúde, sem motivos ou justificativa. Ocorre que Claudiane é amiga íntima da secretária de Saúde, Gracinha que demitiu a profissional de saúde.
 

O fato causou revolta entre os servidores da UPA, entre eles médicos plantonistas e a Responsável Técnica pela equipe de enfermagem da unidade que promoveram um abaixo-assinado contra a demissão da enfermeira, no entanto, Gracinha se mantém em silêncio.

Já a profissional de saúde, além da demissão, está fazendo acompanhamento psicológico após o desacato sofrido no ambiente de trabalho. 

 
Sitevip Internet