Imprimir

Imprimir Notícia

ESTADÃOMT

25/11/2023 - 07:46

Bolsonaristas de MT negam recursos para UFMT e IFMT por motivos ideológicos

A bancada do PL de Mato Grosso na Câmara Federal, composta pelos deputados federais Abílio Jr., Coronel Fernanda e Amália Barros, se recusou a destinar recursos oriundos de emendas parlamentares de bancada para a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e o Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT). Eles alegam que as instituições são comandadas pela esquerda. A informação foi confirmada pelo deputado federal Juarez Costa (MDB), em conversa com jornalistas nesta quinta-feira, 23 de novembro.

Questionado sobre o posicionamento dos colegas bolsonaristas, que alegam não possuir "votos nas instituições federais", Juarez disse que cada um decide para onde enviar suas emendas. Ele também defendeu o investimento em Educação, sem viés partidário ou ideológico.

 

"Olha, cada um pensa no que quer. Nós estamos pensando na Educação e não é uma questão partidária. A questão nossa é a Educação, investir em educação é a melhor coisa que você pode fazer, porque o resultado reflete na Saúde", afirmou.

Conforme a Lei Orçamentária Anual (LOA), a bancada federal de Mato Grosso terá direito a R$ 316 milhões em emendas parlamentares para o ano de 2024. A distribuição desses recursos deve ser acertada em uma reunião da bancada federal marcada para a próxima terça-feira, 28 de novembro.

Mesmo a contragosto dos bolsonaristas, emendas estão sendo direcionadas para o IFMT, a UFMT e a Universidade Federal de Rondonópolis (UFR). Juarez adiantou que a bancada também irá direcionar recursos para investimento na Saúde.

"Estamos marcando uma reunião para terça-feira para discutir as emendas e serão R$ 316 milhões para a bancada formada por deputados e senadores. Alguns deputados estão colocando emendas no IFMT, outros deputados e senadores colocando dinheiro na Universidade Federal de Rondonópolis, alguns na UFMT para terminar o campus de Várzea Grande. São várias as instituições que vão receber dinheiro dessas emendas. Estamos fazendo esse fechamento e alguns recursos serão enviados  também para o Estado, através da Saúde", disse.

 
 Imprimir